Estamos no http://universosalternativo.blogspot.com

18/02/2010

universosalternativo.blogspot.com

X-Men, Adamantium e Videotape

20/01/2010

A animação dos X-Men dos anos 1990 teve 5 temporadas sendo um total de 76 episódios e continua considerada por muitos como a melhor adaptação para a TV dos mutantes da Marvel. Deixando para trás Pryde Of The X-Men, X-Men Evolution e a nova Wolverine and The X-Men.

O primeiro episódio segue a fórmula corriqueira de apresentar os personagens ao público através da vivência de uma jovem. Jubileu (Jubilation Lee) é perseguida por um sentinela pelo Shopping Center onde estão Tempestade (Ororo Monroe) e Vampira, fazendo compras e Gambit (Remy Etienne Lebeau) escolhendo maços de cartas de baralho e flertando com a vendedora. Todos confrontam o robô finalmente abatido por Ciclope (Scott Summers) no estacionamento. Após este início conturbado, a menina acorda na Escola para Jovens Superdotados em Westchester onde, enfim, conhece Fera (Henry ‘Hank’ McCoy), Morfo, Wolverine (Logan), Professor X (Charles Francis Xavier) e Jean Grey.

No desenho, o único corte explícito que aparece sangue em toda a série é feito, justo, no Wolverine, “DEADLY REUNIONS (episódio 4)”, que devia ser o maior causador das estocadas. Na animação ele só dilacera andróides e ciborgues nas partes robóticas. Em “THE FINAL DECISION (episódio 13)” Magneto é encontrado ensanguentado e em “Reunion – Part One (episódio 25)” Logan rasga o Sr. Sinistro nos flancos mas corte com sangue só desta vez. E olha que nessa época, a Disney ainda nem tinha comprado a empresa!

Outro fato foi a introdução do Morfo, um personagem que não existia nas histórias em quadrinhos na época, somente anos depois foi inserido como um dos Exilados e, supostamente, teria morrido logo no segundo capítulo. Mais tarde, na 2ª temporada na Saga “Till Death Do Us Part (episódios 14 e 15)” foi se saber que ele havia sido encontrado moribundo perto da agência de registro de mutantes e salvo pelo Sr. Sinistro. Um vilão obcecado pelo DNA de Scott Summers e Jean Grey.

Na história batizada de “Repo Man (episódio 18)” traduzida como “O Homem de Aço”, escrita por Len Wein que é o próprio criador do Wolverine, Logan volta ao Canadá onde sofre uma emboscada armada pelo Vindicator, nos quadrinhos seu primeiro codenome foi “Weapon Alpha” mas ficou mais conhecido como Guardião, que resulta em uma luta com a Tropa Alpha (Alpha Flight) traduzida ao pé da letra como Voo Alpha. Durante o capítulo, a experiência conhecida como Projeto Arma X que revestiu os ossos do Wolvie de adamantium, um metal virtualmente inquebrável e lhe conferiu 2 pares de 3 garras retráteis é contada em forma de flashbacks. A série é anterior ao argumento de que as garras seriam dons mutantes naturais.

No último capítulo da 3ª temporada (episódio 45) o narrador se ‘kafundiu’ com o título “Weapon X, Lies and Videotape” e dublou como “Arma Versus?!? Mentiras e Videotape” o que deveria ser Arma X, Mentiras e Videotape. Em uma alusão ao filme do cineasta estadunidense Steven Soderbergh, ganhador do Oscar de melhor diretor por “Traffic (2000)”, “Sexo, Mentiras e Videotape (1989)” que conquistou a Palma de Ouro no Festival de Cannes. Este episódio trata dos implantes de memória que Logan sofreu que liberaram gatilhos de lembranças. O desenho também se passa antes de dissecarem a origem de Wolverine. Até aquela época Wolvie ainda era conhecido como o Sr.-only-shards-of-a-hazy-past e não como James Howlett. Na história, os pacientes do Experimento Arma X: Wolverine, Maverick, Dentes-de-Sabre e Raposa Prateada decapitam um Shiva ― andróides de um programa criado para exterminá-los.

Na mini-série “Out of The Past (episódios 27 e 28)” algo como Saído do Passado, terminou dublado “Retorno ao Passado”, no início da 3ª temporada, a produção caprichou no movimento dos personagens e no sombreamento. A história é contada em dois capítulos e gira em torno de 2 assuntos que se fundem; uma espaçonave que caiu nos túneis dos Morlocks que contém uma criatura aprisionada dentro dela e do reencontro de Yuriko com Wolverine que tiveram um caso, tempos atrás, abruptamente interrompido. O episódio mostra a captura de Logan, que estava em missão junto com Maverick, para ser cobaia do Programa Arma X e relembra como foi o experimento, vide “O Homem de Aço”, e a fuga de Logan do laboratório.

Tudo começa quando um Morlock rouba uma arma dos Saqueadores, conhecidos nas HQ’s como Carniceiros, um bando de ciborgues mercenários, para entregá-la à Callisto para ela tentar abrir a nave. Porém, junto com Lady Deathstrike no original e nos quadrinhos brasileiros chamada de Lady Letal, que recebeu a tradução de Dama da Morte (Yuriko Oyama) os Saqueadores o rastreiam e derrotam os Morlocks. Interrogando Sanguessuga, eles se interessam pela finalide cuja a arma seria usada. Já que não conseguem arrombar a nave, eles precisam das garras de Wolverine para quebrá-la. Quando Logan vai ao encontro através dos túneis do metrô, eles preparam uma cilada mas o canadense reage, o que gera uma grande briga.

Mais tarde, Gambit e Jubileu entram na peleja. Em dado momento Yuriko fica presa no campo de energia da nave. Então, Wolverine usa suas garras para libertá-la tendo assim que abrir a nave. No 2º capítulo o Bebedor de Espíritos (o monstro que estava na nave) absorve a alma dos Saqueadores, de Jubileu e da Dama da Morte. Ciclope e Jean são recrutados telepaticamente pelo Professor Xavier para se juntarem à equipe dos X-Men no subsolo. Juntos, eles atacam a criatura até que Gambit arremessa seu bastão de metal para servir de condutor entre os trilhos do metrô e o monstro que explode devolvendo o espírito de todos que havia sugado. Esta trama serve de epílogo para a Saga da Fênix que estava por vir.

Ciclope foi o primeiro X-Man e é um exemplo de herói kantiano. Ele protagoniza os episódios “Secrets, Not Long Buried [Segredos Revelados] – 60” e “No Mutant As An Island [Nenhum Mutante é uma Ilha] – 66” longe dos outros X-Men. No 1º ele viaja até uma cidade do interior onde o povoado vive com medo de mutantes opressores. Cycle então lidera uma revolta e acaba vencendo. No 2º, angustiado com a perda de sua mulher (Jean Grey), Scott deixa o grupo e volta para o orfanato McNeil onde cresceu. Lá, se envolve com Sarah, a dona do local, e conversa com Rustin Collins, um adolescente pirocinético. Desta interação, Ciclope descobre os planos promíscuos do Sr. Killgrave, a.k.a. Homem Púrpura, para as crianças do orfanato e o desmascara. Em ambas as histórias Ciclope demonstra complacência com as vítimas e os vilões são nêmesis (antagonistas) perfeitos dos ideais do X-Man.

Magneto (Eric Magnus Lennsherr) é um caso a parte na série e nos gibis em geral. Ele se revela um anti-herói realístico com causas indulgentes. Em “Deadly Reunions (episódio 4)” Magnus faz referência à sua juventude passada nos campos de concentração durante o holocausto: “When I was a child, my people talked while others prepared for war! They used reason while others used tanks, and they were destroyed for their trouble! I won’t stand by and watch it happen again! I won’t!””Quando eu era criança, meu povo falava enquanto outros preparavam-se para a guerra. Eles usavam a razão enquanto os outros usavam tanques e eles foram destruídos por seus problemas (por essas razões). Eu não ficarei parado vendo tudo acontecer de novo! Nunca!” Dentro do universo dos quadrinhos Magneto é um personagem único. Ele rompe com o paradigma maniqueísta que limita muitas HQ’s. Nota-se nele tons de cinza e não aquele preto e branco lugar-comum.

Na saga: Sanctuary (episódios 47 e 48), inspirada na HQ que mais vendeu revistas até hoje, o mestre do magnetismo aparece um pouco mudado. Não mais querendo guerrear com os humanos normais, apenas libertar os mutantes. Na batalha para resgatar os aprisionados, Magnus dispara um pulso eletromagnético que acaba com a batalha. Então, Magneto leva-os ao Asteróide M localizado na órbita do planeta. Mas Eric é traído por um de seus próprios Acólitos; Fabian Cortez que tem o poder de ampliar os poderes dos outros mutantes, porém, com o tempo essa carga extra de energia vai matando aos poucos quem se expõe a ela. Deixado à própria sorte para morrer e servir à causa de Cortez como mártir, a história dá uma reviravolta quando Magneto é curado na reentrada pelo campo magnético da Terra. Então Magnus volta a Avalon (Asteróide M) para se vingar de seu pseudo-seguidor.

O episódio “Lótus and the Steel – 54” mostra a natureza de Wolverine. Quando Logan fica com raiva parece um animal sem direção nem propósito mas quando o Wolvie concilia agressividade com raciocínio consegue atingir suas metas. Durante uma sessão de análise com o Professor X, Logan diz estar perdido em meio à sua fúria e por este motivo está deixando os X-Men para ir ao Japão afim de encontrar-se. Chegando lá ele dirigi-se a uma cidade pequena onde reside uma aldeia de pescadores e um templo budista. A flor de lótus, inclusive, simboliza elevação e expansão espiritual. Uma curiosidade do capítulo é que Logan aparece meditando na Posição de Lótus.

Só que nem tudo está em paz no vilarejo. Os aldeões estão sendo extorquidos por uma gangue de motociclistas liderada pelo Silver Samurai (Samurai de Prata nos quadrinhos tupiniquins). O povo então rebela-se e decide não mais pagar a “taxa de proteção”. Só que eles são simples aldeões e não teriam chance de ganhar o combate. Por isso Logan, a contragosto, resolve comprar a briga dos nativos. Wolverine enfrenta o Silver Samurai e no momento em que usa a cabeça vence o oponente. A história serve para dizer que as vezes é mais difícil deixar a montanha no lugar.

Alguns personagens ficaram de fora do mix do grupo mas participaram esporádica ou raramente como Anjo [Arcanjo] (Warren Worthington III), Cable (Nathan Dayspring Askani’son Summers), Colossus (Piotr Nikolaievitch Rasputin), Noturno “Nightcrawler” (Kurt Wagner), Longshot, Crystal, Solaris (Shiro Yashida), Banshee (Sean Cassidy), Homem de Gelo (Robert ‘Bobby’ Drake), Destrutor (Alex Summers), Polaris (Lorna Dane), Pássaro Trovejante (John Proudstar), Bispo “Bishop”, Forge…

Algumas curiosidades anacrônicas da série:

― Logo no 1º episódio, “NIGHT OF THE SENTINELS (PART I)”, o pai adotivo de Jubileu mostra um vídeo cassete que a menina quebrou.

― Jubileu aparece jogando fliperama (arcade) no Shopping Center.

― Em “Reunion – Part One (episódio 25)” Ciclope pede e Jean Grey coloca uma fita cassete no dispositivo de som.

― Durante o capítulo 49, “Sanctuary (Part II)”, Amélia Voght bota uma fita de vídeo VHS em um aparelho.

Universo S. Alternativo

04/12/2009

Onde “S” é o sobrenome do meio.